Economia

“Se você tiver dinheiro alocado em algum desses fundos, resgate imediatamente”: analista revela 15 fundos de investimento famosos dos quais você deve passar longe

Os fundos de investimento são a segunda classe de ativos favorita do brasileiro e fica atrás apenas da poupança, mas nem todo fundo é uma oportunidade; este analista reuniu os 15 piores fundos para manter longe da carteira

Os fundos de investimento estão em segundo lugar na preferência dos brasileiros que querem fazer o dinheiro render, atrás apenas da caderneta de poupança. Segundo dados da Anbima, 5% dos brasileiros investem em fundos

Muito provavelmente, caso você não seja o investidor, conhece alguém do seu ciclo de convivência que investe em fundos. Os fundos de investimentos são uma boa maneira de deixar seu dinheiro render nas mãos de um gestor profissional, sem ter a preocupação de colocar a mão na massa para comprar ou vender ativos.

De fato, vários fundos cumprem bem o seu papel: conseguem superar os índices de referência e dão o retorno esperado ao investidor.

Por outro lado, alguns fundos de investimento com maior número de cotistas do Brasil são uma verdadeira “furada”. O alerta é de Bruno Mérola, especialista em fundos da Empiricus, maior publicadora financeira independente do Brasil. 

O analista fez uma lista com os 15 piores fundos de investimento do país. Caso você tenha dinheiro investido neles, deve fazer o resgate imediatamente. Para piorar a situação, estes fundos estão entre os mais populares do país e são operados por instituições tradicionais.

Dois fundos de investimento retiraram R$ 57 milhões dos brasileiros

Para efeito de exemplo, dois dos fundos de investimento altamente não recomendados por Bruno Mérola têm quase 500 mil investidores, que alocaram aproximadamente R$ 12 bilhões neles. 

Estes dois fundos têm taxas anuais abusivas em relação a outros com o mesmo propósito. Em um deles, 151 mil cotistas deixaram de ganhar R$ 21,9 milhões de reais. Em outro, 337 mil cotistas deixaram de faturar R$ 35,5 milhões por não saberem exatamente onde estão colocando o dinheiro.

Levando em consideração apenas esses dois fundos, os bancos pegaram para si mais de R$ 57 milhões de reais. O resultado para os investidores? Um retorno pior do que o CDI.

O baixo desempenho é fruto, principalmente, de três fatores que estão presentes na maioria dos fundos que não justificam seu investimento:

  • Altas taxas de administração;
  • Má alocação dos recursos por parte dos gestores;
  • Planejamento tributário ruim.

QUERO LER O RELATÓRIO COM OS 15 PIORES FUNDOS DE INVESTIMENTO

Por que os “bancões” lideram a lista dos piores fundos?

Existem dois motivos principais que fazem com que tantos brasileiros apliquem em fundos que não trazem retorno ou, no pior dos casos, dão prejuízo: o interesse dos bancos e o desconhecimento dos brasileiros sobre finanças.

Estes dois fatores também ajudam a entender o porquê da poupança, que atualmente rende pouco mais de 6% ao ano (número inferior a rendimentos de títulos públicos de baixíssimo risco), ser a fonte de investimento de 29% da população.

Você já deve ter sido bombardeado por propagandas do seu banco incentivando o investimento na caderneta de poupança. É óbvio que, para as grandes organizações, é muito mais interessante que o cliente invista em algo que dê mais vantagem a elas do que propriamente aos investidores. 

Com os fundos de investimento, ocorre a mesma coisa. Os bancos cobram taxas abusivas de administração que fazem com que, em muitos casos, o retorno seja menor do que seria em um fundo com taxas justas.

Como se não bastasse, em muitos casos os gerentes de bancos são comissionados pelo número de clientes que conseguem para um determinado fundo. Isto é, pode ser que seu gerente esteja mais interessado na comissão que ganhará ao indicar o fundo de investimento do que com o possível retorno que você terá.

Tudo isso leva a outro fator determinante para um número tão grande de pessoas em investimentos considerados uma “furada”: o desconhecimento do brasileiro.

É normal que a grande maioria das pessoas, ao serem bombardeadas de ofertas pelo gerente ou funcionário do banco, não entendam absolutamente nada do que está sendo dito. Mas não deveria ser. 

É claro que você não precisa saber todos os tipos de termos, condições e opções relacionadas aos investimentos. A questão é: sempre que receber uma proposta “irrecusável” de um “bancão”, não tome atitudes na base da pressão. 

Chegue em casa, faça pesquisas e analise se aquele investimento é, de fato, o que você busca, e se será a melhor opção. 

É importante saber: existem investimentos que vão fazer você ganhar dinheiro. Mas não são todos.

Veja os 15 piores fundos de investimento do Brasil 

No relatório de Bruno Mérola, além de conhecer os 15 piores fundos de investimento, você também vai saber o que deve valorizar e evitar ao escolher um fundo. 

O recado do analista é claro: “Se você, algum amigo ou familiar tiver alocação em qualquer um desses fundos, nossa recomendação é direta: solicite resgate imediatamente. Seu bolso agradece, nada justifica deixar tanto dinheiro na mesa à toa”.

Fonte: Seu Dinheiro

Charles Maia

Charles Maia

Site de noticia dinâmico e social. Trabalhos do dia a dia de nossa sociedade. Contando histórias de sucesso de povo sertanejos e trajetórias de orgulho de homens e mulheres que tanto contribuíram para o nosso crescimento e conhecimento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo