Noticia Urgente

FAB intercepta aeronave carregada com 465 quilos de cocaína

A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou na madrugada de domingo 20, em Mato Grosso do Sul, uma aeronave que transportava 465 quilos de pasta de cocaína.

Dois caças e um terceiro aparelho da Aeronáutica foram empregados na missão, realizada em conjunto com a Polícia Federal (PF). A droga, avaliada em US$ 350 mil, foi apreendida, e o piloto está preso sob acusação de tráfico.

A aeronave interceptada veio da linha da fronteira Bolívia–Paraguai, não tinha identificação e estava sem plano de voo.

“O avião já havia sido detectado na região por órgãos governamentais por não possuir plano de voo e cumprir rota conhecida para o tráfico de drogas, estando então sujeito às medidas de policiamento do espaço aéreo brasileiro”, disse a PF.

Segundo a FAB, a aeronave estava sendo monitorada e, “durante todo o processo de interceptação, o piloto cooperou, seguindo as ordens do piloto de Defesa Aérea”.

O avião foi escoltado pelos caças da Força Aérea até Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, onde a Polícia Federal aguardava para realizar as medidas cabíveis.

Para o êxito da missão, a FAB utilizou uma tecnologia que permite detectar outros aviões, distinguindo, a grandes distâncias, entre aeronaves amigas ou inimigas.

De acordo com a Aeronáutica, a ação faz parte da Operação Ostium, que visa a coibir ilícitos no espaço aéreo brasileiro. A FAB e órgãos de segurança pública atuam em conjunto na operação. Com informações da Revista Oeste.

“O avião já havia sido detectado na região por órgãos governamentais por não possuir plano de voo e cumprir rota conhecida para o tráfico de drogas, estando então sujeito às medidas de policiamento do espaço aéreo brasileiro”

Fonte: Terra Brasil

Charles Maia

Site de noticia dinâmico e social. Trabalhos do dia a dia de nossa sociedade. Contando histórias de sucesso de povo sertanejos e trajetórias de orgulho de homens e mulheres que tanto contribuíram para o nosso crescimento e conhecimento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo