Mundo

A maior economia do Mundo está em recessão é o que apontam especialistas

Um indicador econômico dos Estados Unidos com bom histórico na previsão de recessões reduziu nesta semana a previsão para o crescimento do PIB (produto interno bruto) norte-americano no segundo trimestre, sugerindo que o país caiu em uma recessão técnica, apesar de os economistas pedirem um crescimento no trimestre.

O GDPNow do Federal Reserve de Atlanta projetou que a economia dos EUA encolheu 1% no período, entrando em um território negativo após dados econômicos apontarem queda nos gastos do consumidor em maio. Os investimentos, outro componente para o crescimento do PIB, também caíram.

O GDPNow, que estima o crescimento do PIB usando uma metodologia semelhante a estimativas oficiais do Bureau of Economic Analysis, vem reduzindo constantemente a previsão para o segundo trimestre, com base em dados econômicos atualizados que aumentaram as preocupações de uma desaceleração econômica prolongada.

No primeiro trimestre, a economia norte-americana surpreendeu e encolheu 1,6%, quando a variante Ômicron alimentou um aumento recorde nos casos de Covid. Outro trimestre negativo indicaria que o país entrou em uma recessão técnica, que é definida quando há dois trimestres consecutivos de crescimento negativo do PIB.

“O histórico de longo prazo do modelo é excelente”, escreveram os analistas da DataTrek em uma nota divulgada na última quinta-feira (30), apontando que seu erro médio foi de apenas 0,3 ponto desde que o Fed de Atlanta começou a divulgá-lo, em 2011 – mas foi zero até 2019, antes da volatilidade sem precedentes causada pela pandemia.

Com uma margem de erro de 1,2 pontos um mês antes da primeira estimativa do PIB do governo, o modelo ainda pode prever um crescimento positivo para o trimestre, de acordo com os especialistas Nicholas Colas e Jessica Rabe, da DataTrek. Eles mencionam também que será “importante observar” o indicador, já que sua capacidade preditiva melhora com o tempo.

O GDPNow, que estima o crescimento do PIB usando uma metodologia semelhante a estimativas oficiais do Bureau of Economic Analysis, vem reduzindo constantemente a previsão para o segundo trimestre, com base em dados econômicos atualizados que aumentaram as preocupações de uma desaceleração econômica prolongada.

No primeiro trimestre, a economia norte-americana surpreendeu e encolheu 1,6%, quando a variante Ômicron alimentou um aumento recorde nos casos de Covid. Outro trimestre negativo indicaria que o país entrou em uma recessão técnica, que é definida quando há dois trimestres consecutivos de crescimento negativo do PIB.

“O histórico de longo prazo do modelo é excelente”, escreveram os analistas da DataTrek em uma nota divulgada na última quinta-feira (30), apontando que seu erro médio foi de apenas 0,3 ponto desde que o Fed de Atlanta começou a divulgá-lo, em 2011 – mas foi zero até 2019, antes da volatilidade sem precedentes causada pela pandemia.

Com uma margem de erro de 1,2 pontos um mês antes da primeira estimativa do PIB do governo, o modelo ainda pode prever um crescimento positivo para o trimestre, de acordo com os especialistas Nicholas Colas e Jessica Rabe, da DataTrek. Eles mencionam também que será “importante observar” o indicador, já que sua capacidade preditiva melhora com o tempo.

Charles Maia

Charles Maia

Site de noticia dinâmico e social. Trabalhos do dia a dia de nossa sociedade. Contando histórias de sucesso de povo sertanejos e trajetórias de orgulho de homens e mulheres que tanto contribuíram para o nosso crescimento e conhecimento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo