Esportes

Ronaldo Fenômeno tem prisão pedida. Cruzeirenses estão perplexos

Dias atrás, quando mandou o goleiro Fábio de Costas procurar seus direitos, Ronaldo Fenômeno ouviu da torcida: ‘Ronaldo, gordão, vem dar satisfação’. Começava mal a relação entre o investidor capitalista e os combalidos endividados.

O Cruzeiro Esporte Clube (CEC) carrega mais de 1 bilhão de reais em papagaios, que, ao menos em tese, serão espetados no lombo do ex-atacante cruzeirense, assim que o moço confirmar a aquisição da monumental ‘massa falida’ azul celeste.

Por isso, foi de certa forma cruel o comportamento arrogante dos ‘cheios de vaidade’, afinal de contas, ninguém ali meterá a mão no bolso para salvar o amado clube insolvente. Ronaldo pode – e deve! – mandar plantar batatas quem ele quiser, ora bolas.

Curioso, contudo, foi saber que o mesmo Fenômeno, que promete pagar as dívidas do clube, deve pensão alimentícia a um filho, que foi obrigado a assumir, após uma ação judicial de reconhecimento de paternidade. Que feio, Ronaldo!

A mãe do rapaz, segundo noticiado pela imprensa esportiva nacional, já pediu, inclusive, a prisão do ‘papis-caloteiro’. O valor da dívida com o jovem de 16 anos é desconhecido, mas não deve ser nada, para quem assumirá 1 bilha, não é verdade?

Sinceramente, eu não sei o que é pior, se não reconhecer um filho ou se não pagar pensão, mas a imagem negativa de Ronaldo, hoje, se confunde com a do CSA-MG. Ambos, definitivamente, não passam por um bom momento na história.

O Cruzeiro novo – favor não confundir com Cruzado novo – precisa de credibilidade, e justamente o Fenômeno deveria ser capaz de fornecer tal matéria-prima, hoje tão escassa. Porém, ao frequentar as ‘páginas policiais’, contribui de forma absolutamente oposta.

Fonte: ISTOÉ

Charles Maia

Site de noticia dinâmico e social. Trabalhos do dia a dia de nossa sociedade. Contando histórias de sucesso de povo sertanejos e trajetórias de orgulho de homens e mulheres que tanto contribuíram para o nosso crescimento e conhecimento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo