Política

PoderData: Cresce repetição de voto em Bolsonaro em 2022…

74% dos eleitores do atual presidente têm a intenção de refazer a escolha de 2018 em outubro; eram 61% há um mês.

Pesquisa PoderData realizada de 5 a 7 de junho mostra que 74% dos eleitores do presidente Jair Bolsonaro (PL) no 2º turno das eleições presidenciais de 2018 tornariam a repetir o voto em 2022. Na rodada de 8 a 10 de maio, eram 61%. Dentre os outros pré-candidatos, o que recebe mais votos que eram de Bolsonaro na disputa contra Fernando Haddad (PT) é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que tem 13% nesse recorte específico. Somados, Ciro Gomes (PDT), Simone Tebet (MDB) e José Maria Eymael (DC) herdam 7% das preferências bolsonaristas na última eleição. 

Entre os que anularam ou votaram em branco em 2018, o pré-candidato do PT tem 41% das preferências para o 1º turno de 2022. Há um mês, eram 34%. Já Bolsonaro tem 29% nesse estrato –ante 14% no começo de maio.  Também houve aumento no segmento que disse ter a intenção de anular o voto novamente: eram 5%. Agora são 26%. Para chegar a esse resultado, o PoderData cruzou os dados das seguintes perguntas: “se a eleição fosse hoje, em qual dos candidatos que vou falar em ordem alfabética você votaria?” e “em quem você votou para presidente no 2º turno da eleição em 2018?”.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, empresa do grupo Poder360 Jornalismo, com recursos próprios. Os dados foram coletados de 5 a 7 de junho de 2022, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 3.000 entrevistas em 309 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. O intervalo de confiança é de 95%. O registro no TSE é BR-01975/2022. Para chegar a 3.000 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, são mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

1º TURNO O cenário permanece estável em relação a 15 dias atrás. Lula manteve 43% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro marcou os mesmos 35%. A distância entre os 2 é de 8 pontos percentuais. Depois de João Doria (PSDB) desistir de disputar o Palácio do Planalto em 23 de maio, a única representante da chamada 3ª via passou a ser a senadora Simone Tebet. Ela teve ampla exposição na mídia nos últimos 15 dias, mas o efeito foi nulo: Tebet tinha 2% no estudo anterior do PoderData. Agora, tem 1%.

Ciro Gomes variou 1 ponto para cima, com 6%, mantendo-se próximo ao patamar de 5% das pesquisas anteriores. André Janones (Avante) marcou 2%. Só outros 2 candidatos pontuaram:Eymael e Luciano Bivar (União Brasil). Leonardo Péricles (UP), Luiz Felipe d’Avila (Novo), Pablo Marçal (Pros), Sofia Manzano (PCB) e Vera Lúcia não tiveram menções suficientes para atingir 1%. Há ainda 5% que dizem ter intenção de votar em branco ou nulo –mesmo percentual que afirma estar indeciso.

2º TURNO Em um eventual 2º turno, Lula teria 50% das intenções de voto, contra 40% do atual chefe do Executivo, distância de 10 pontos. Os 2 candidatos oscilam dentro da margem de erro (2 p.p.) nos últimos 3 meses. A tendência de médio prazo, no entanto, indica convergência entre os 2: no levantamento realizado em 13 a 15 de fevereiro, o petista derrotaria Bolsonaro com 15 pontos de vantagem (50% X 35%).  O ex-presidente já esteve 25 pontos percentuais à frente de Bolsonaro, na rodada realizada no final de agosto e início de setembro de 2021. A menor diferença entre os 2 foi de 9 p.p., registrada em 10 a 12 de abril e em 24 a 26 de abril de 2022.

A pesquisa também testou eventual confronto entre Bolsonaro e o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes. O pedetista empata tecnicamente com o chefe do Executivo: 43%, contra 40% do atual presidente. Desde a última vez que a pergunta foi feita aos entrevistados, em 8 a 10 de maio, Ciro oscilou 1 ponto para cima, dentro da margem de erro da pesquisa.

Já em um confronto entre Ciro Gomes e Lula, o pedetista tem 23% das intenções de voto, contra 49% do ex-presidente. A diferença é de 26 pontos, a mesma registrada há um mês. 

METODOLOGIA A pesquisa PoderData foi realizada de 5 a 7 de junho de 2022. Foram entrevistadas 3.000 pessoas com 16 anos de idade ou mais em 309 municípios nas 27 unidades da Federação. Foi aplicada uma ponderação paramétrica para compensar desproporcionalidades nas variáveis de sexo, idade, grau de instrução, região e renda. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

As entrevistas foram realizadas por telefone (para linhas fixas e de celulares), por meio do sistema URA (Unidade de Resposta Audível), em que o entrevistado ouve perguntas gravadas e responde por meio do teclado do aparelho. O intervalo de confiança do estudo é de 95%.

Para facilitar a leitura, os resultados da pesquisa foram arredondados. Devido a esse processo é possível que o somatório de algum dos resultados para algumas questões difira de 100. Diferenças entre as frequências totais e os percentuais em tabelas de cruzamento de variáveis podem acontecer devido a ocorrências de não resposta. Este estudo foi realizado com recursos próprios do PoderData, empresa de pesquisas que faz parte do grupo de mídia Poder360 Jornalismo. A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-01975/2022.

Fonte: Poder Data

Charles Maia

Site de noticia dinâmico e social. Trabalhos do dia a dia de nossa sociedade. Contando histórias de sucesso de povo sertanejos e trajetórias de orgulho de homens e mulheres que tanto contribuíram para o nosso crescimento e conhecimento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo