Dicas de NegóciosNegócios

Pão de Açúcar (PCAR3) faz leilão de R$ 12 mi de itens que não foram comprados pelo Assaí (ASAI3)

Grupo Pão de Açúcar (PCAR3) anunciou que está repaginando lojas do Extra Hiper que não foram vendidas ao Assaí (ASAI3), em operação realizada no ano passado. A companhia colocou à venda equipamentos e mobiliário que pertenciam à bandeira da rede que será extinta.

Ao todo, são 30 mil peças no leilão, que pode movimentar cerca de R$ 12 milhões.

Serão leiloados gôndolas de mercadorias, bancadas dos caixas pelas quais passam as compras, expositores de alimentos, além de câmeras de segurança, fogões industriais, geradores, aparelhos de ar-condicionado, entre outras peças de lojas de São Paulo, Campinas, Curitiba, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, entre outras unidades.

Os itens estão divididos em 21 lotes com lances que podem variar de R$ 119 mil a R$ 940 mil. A intermediação será da Sold Leilões, que espera atrair varejistas do ramo e investidores.

É possível consultar as ofertas no seguinte endereço na internet: https://bityli.com/KcKnQ9D.

O leilão vai até 12 de janeiro.

Assaí e Grupo Pão de Açúcar assinam acordo sobre Extra Hiper

O Grupo Pão de Açúcar acertou a venda de 70 lojas do Extra Hiper ao Assaí por R$ 5,2 bilhões em outubro do ano passado.

Sobraram 32 lojas do Extra Hiper que não entraram nesse negócio, das quais 14 serão convertidas em supermercados Pão de Açúcar e 14 em mercados Extra. Já as outras 4 serão vendidas nos próximos meses.

Por um lado, os acionistas do Pão de Açúcar ficaram felizes com a operação porque a empresa se desfez de ativos que eram desinteressantes para o negócio. Por outro, os sócios da Sendas Distribuidora, nome oficial do Assaí, ficaram incomodados com o fechamento da operação sem a consulta dos minoritários.

Itaú BBA rebaixou a recomendação para o Assaí para neutro com preço-alvo de R$ 20,00. “Estamos profundamente incomodados com o fato que a minoria acionista não está participando do fechamento desta operação, e que o Assaí está pagando a maior avaliação por loja (mais de R$ 100 milhões cada) que já vimos”, informou o relatório.

Além disso, a instituição avalia que a empresa está pagando uma valor muito alto pela aquisição das lojas do Grupo Pão de Açúcar.  O Assaí está pagando cerca de R$ 57 milhões por loja e espera comprometer investimentos adicionais de transformação entre R$ 35 a R$ 40 milhões. Isso soma mais de R$ 100 milhões por loja, em comparação com os cerca de R$ 65 milhões em investimentos que uma nova loja requer atualmente (excluindo imóveis).

fonte: Suno Research

Charles Maia

Site de noticia dinâmico e social. Trabalhos do dia a dia de nossa sociedade. Contando histórias de sucesso de povo sertanejos e trajetórias de orgulho de homens e mulheres que tanto contribuíram para o nosso crescimento e conhecimento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo