Brasil

Instituto Paraná mostra situação difícil de Sérgio Moro em Nova pesquisa e aproximação de Bolsonaro a Lula

Levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 3 e 8 de março em todo o país mostra que a candidatura do ex-juiz Sergio Moro (Podemos) à Presidência da República perdeu fôlego desde novembro, quando o seu nome foi lançado.

Segundo o Paraná Pesquisas, no principal cenário, Moro tem 7,4% das intenções de voto, bem atrás dos dois líderes da corrida, o petista Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente Jair Bolsonaro.

Em outros dois cenários pesquisados, com pequenas alterações nos nomes, ele consegue 7,5% e 7,8% das intenções de voto.  Em novembro de 2021, ele chegava a 11,6% — em fevereiro, alcançou o patamar de 10,6%.

Em um eventual segundo turno contra Lula, Moro perderia hoje por 45% a 28,1% — em novembro, a disputa era bem mais apertada (40,7% a 29,8%).

Para Murilo Hidalgo, diretor do Paraná Pesquisas, é normal que Moro tenha ostentado índices melhores quando o seu nome foi lançado, porque ele teve maior exposição na mídia. Mesmo assim, ele vê problemas na candidatura do ex-juiz. “Uma coisa é clara, ainda não empolgou”, disse.

A pesquisa foi feita entre os dias 3 e 8 de março em 164 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal por meio de entrevistas pessoais presenciais.

Créditos: VEJA.

Charles Maia

Site de noticia dinâmico e social. Trabalhos do dia a dia de nossa sociedade. Contando histórias de sucesso de povo sertanejos e trajetórias de orgulho de homens e mulheres que tanto contribuíram para o nosso crescimento e conhecimento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo