Economia

Dezembro Vermelho: pessoas com HIV têm direito à isenção do Imposto de Renda

Neste mês, o Sistema Único de Saúde (SUS), órgãos e entidades públicas e algumas iniciativas privadas realizam a campanha Dezembro Vermelho, instituída pela Lei nº 13.504, em 7 de novembro de 2017, que tem como objetivo a prevenção ao HIV/AIDS e a outras infecções sexualmente transmissíveis. Além disso, a campanha também traz importantes alertas e informações aos portadores das doenças.

A AIDS é causada pela infecção do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) que ataca o sistema imunológico do portador. No Brasil, segundo o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde de 2020, cerca de 920 mil indivíduos vivem com o vírus e a maior concentração de casos está entre jovens de 25 a 39 anos. Contudo, a maior parte desses indivíduos ainda desconhece seus direitos garantidos por lei, como a isenção do imposto de renda.

Uma informação relevante é que as pessoas com HIV podem ter o benefício da isenção, mesmo que não apresentem sintomas da infecção, como garantido no inciso XIV, do artigo 6º, da Lei nº 7.713, de 1988. No entanto, o contador Gustavo Vieira, diretor contábil-fiscal da Rui Cadete Consultores, alerta que a isenção do imposto de renda se aplica apenas aos indivíduos que recebem aposentadoria ou pensão por morte.

“O objetivo da lei que garante essa isenção é promover melhores condições de vida para que essas pessoas possam levar o tratamento de forma mais tranquila e segura. Mesmo em casos do controle da doença ou em outros, em que o portador não manifesta sintomas, o benefício permanece, isso porque a justiça entende que esses indivíduos precisam de condições financeiras para viver dignamente e por isso, devem estar isento de pagar esse imposto”, explica Gustavo.

Pessoas infectadas pelo HIV recebem a prescrição do uso da medicação específica mesmo sem sintomas, isso porque, segundo Robinson Dias, presidente da Associação de Ginecologia e Obstetrícia do Rio Grande do Norte, o uso do coquetel contra a AIDS é recomendado para tentar impedir o desenvolvimento da doença. Assim, todos os portadores do vírus devem passar pelo tratamento e terão custos a mais inseridos em seus orçamentos.

Charles Maia

Site de noticia dinâmico e social. Trabalhos do dia a dia de nossa sociedade. Contando histórias de sucesso de povo sertanejos e trajetórias de orgulho de homens e mulheres que tanto contribuíram para o nosso crescimento e conhecimento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo